Psicoterapia Infantil é o processo que identifica os problemas que interferem no desenvolvimento saudável da criança, é indicada quando as respostas emocionais e comportamentais de uma criança são inadequadas, causam sofrimento e prejudicam sua adaptação social e escolar.

Frequentemente as crianças estão chegando aos consultórios de psicologia buscando auxílio para problemas emocionais e comportamentais que podem acarretar prejuízos para a sua qualidade de vida e desenvolvimento.

Quando as crianças não possuem recursos psíquicos para se expressarem, não conseguem verbalizar como se sentem, suas angústias, medos e ansiedades podem apresentar alterações no comportamento, podendo ser na escola ou na família, podem apresentar problemas de aprendizado, impulsividade na sala de aula, desatenção, agressividade, desobediência, timidez excessiva, hiperatividade, problemas com a alimentação, depressão.

O tratamento psicológico infantil tem como objetivo uma medida terapêutica para ajudar as crianças com dificuldades em se expressar e a lidar com suas emoções, mas também é uma forma de prevenção de doenças mentais e promoção da saúde, melhorando sua qualidade de vida e o seu bem estar.

O diagnóstico precoce na infância promove o bem estar psíquico e emocional, gerando um desenvolvimento saudável e uma infância mais feliz, também leva a tratamentos mais eficazes e prevenção de patologias na vida adulta.

Durante a psicoterapia, as crianças recebem apoio emocional e, de forma lúdica, pois é maneira que a comunicação infantil acontece, são orientadas a resolver questões internas, problemas de relacionamento e a compreender seus pensamentos, emoções e sentimentos, aprendendo novas soluções para os conflitos apresentados.

A Terapia Cognitiva Comportamental com crianças tem foco no presente, tem como objetivo a reformulação do pensamento disfuncional e a mudança comportamental e cognitiva tem como base a criação de linguagens, verbais ou não verbais, para acessar o funcionamento cognitivo da criança e do adolescente.

A intervenção com os pais consiste em uma grande parte do tratamento, normalmente os pais são os porta-vozes das queixas e sintomas.

Com crianças de 0 a 6 anos, o trabalho com os pais é indispensável, constitui grande parte do tratamento. Crianças com mais de 6 anos, o trabalho com os pais é menos frequente, porém é um fator de fortalecimento e sucesso do tratamento.

A orientação aos pais e cuidadores pode ajudar na melhora dos sintomas manifestados, quanto mais envolvidos com o processo de psicoterapia, mais os pais e cuidadores compreenderão como lidar com as situações oferecendo suporte emocional e comportamental, diminuindo e evitando o retorno dos sintomas apresentados no início da psicoterapia.

Durante o processo psicoterapêutico infantil, serão utilizadas técnicas e recursos como: desenhos, brinquedos, jogos, histórias, baralhos das emoções, pensamentos e comportamentos, depende da forma de acesso cognitivo com cada criança.

O psicólogo e a família são aliados no processo psicoterapêutico, o psicólogo fornecerá ajuda para um melhor entendimento da família em relação ao que está acontecendo com a criança, buscando soluções para os problemas apresentados, para a criança retomar seu desenvolvimento de forma saudável e a família ficar mais tranquila e satisfeita.

Atenção: É de responsabilidade dos pais o cuidado com a saúde física e mental da criança, portanto toda negligência que permeia o crescimento infantil colabora indiretamente para o desenvolvimento de futuras patologias e desvios de conduta na vida adulta.

Agende sua Consulta: